Onda de assaltos mobiliza moradores do Marabaixo

19

Marcada para o dia 10 deste mês, às 20 horas, reunião entre os moradores do bairro Marabaixo, zona oeste de Macapá para tratar da questão da falta de segurança pública na região. Os moradores do Marabaixo denunciam o aumento dos casos de assaltos, roubos e furtos no bairro.

Participam da reunião representantes da Unidade de Policiamento Comunitário (UPC) do Marabaixo, do programa Macapá Luz, lideranças comunitárias e moradores em geral. “A pauta será o aumento do policiamento ostensivo no Marabaixo com o objetivo de coibir a onda de assaltos no bairro”, declara uma das administradoras de um grupo de WhatsApp, criado com o objetivo de ajudar a proteger a comunidade.

Segundo os moradores do Marabaixo, recentemente os ladrões invadiram uma casa no Marabaixo e levaram dois televisores 42 polegadas, celulares e R$ 3,5 mil. Em 2017, também no Marabaixo, uma família inteira foi feita refém. Os bandidos espancaram um dos filhos do casal. Após o ocorrido, a família mudou de bairro.

Com o objetivo de ajudar a polícia a identificar os bandidos, os moradores criaram um grupo de Whatsa para falar de movimentações suspeitas nas ruas, relatar problemas e compartilhar informações. Agora a ferramenta deve ser usada também para o compartilhamento de fotos de veículos suspeitos e pessoas estranhas que circulam nas vias que muitas vezes ficam paradas observando a rotina das famílias.

“Nosso objetivo não é expor ninguém, a intenção é dividir a dúvida e deixar todo mundo atento”, explica a administradora do grupo do aplicativo.

Comentários
Carregando...